É uma reação aleatória  que o seu  cão pode apresenta quando algum estímulo, como por exemplo, barulho de moto, carro, outro cachorro, uma pessoa,  campainha, fogos, barulhos fora do apartamento, da casa, chuva, trovão, entre outros lhe causar um desconforto.

A reatividade tem se mostrado um problema de comportamento cada vez mais recorrente nos dias de hoje, e esse comportamento acarreta certo  desconforto para o dono e seu cachorro em inúmeras situações corriqueiras do dia a dia. Vou citar um exemplo bem comum: uma visita a clinica veterinária para uma consulta e na recepção enquanto aguarda sua vez, o cachorro late sem parar para outros cães. Você  já não presenciou ou  ainda foi protagonista dessa cena?

Muitos fatores podem causar a reatividade como  falta de liderança por parte da família, falta de socialização devida com outro cachorro ou pessoa, isolamento, condução feita de forma equivocada na guia, falta de estrutura na rotina diária, experiência ruins, entre outros.

Importante a considerar: um cão reativo, não necessariamente será agressivo! Isso porque a reatividade pode ser expressada através de vários comportamentos como  afastamento,  latidos,  fuga,  agitação, excitação, medo e também agressividade.

Mas porque eles reagem dessa forma?

Por não saberem lidar naquele momento com a situação gerada através de um estímulo, o qual está lhe causando desconforto, então ele acaba estabelecendo um padrão de comportamento que traz a ele uma certa “zona de conforto” que o estabiliza momentaneamente. Por exemplo, no fator “experiências ruins”, naquele momento que ele estava passando por uma experiência nada agradável, por não ter orientação de como agir perante aquele estimulo,   ele começou a latir e com isso  estabeleceu esse padrão (latir) para resolver a  mesma situação quando acontecer de novo, ou ainda novas situações semelhantes. Se esse comportamento não for corrigido ele pode ir piorando gradativamente com o passar dos dias.

Como saber se meu cachorro tem reatividade a algum estimulo?

Observe os sinais:

  • Tem dificuldade de relaxar em ambientes com maior movimentação e barulhos
  • Não tolera cães agitados mostrando se incomodado
  • Impulsiona o corpo e “congela” com olhar alerta quando vê o estimulo que lhe causa incomodo
  • Late com a aproximação do estimulo
  • Quer fugir ou fica na espreita mediante o estimulo.

Se seu cachorro apresenta alguns destes sinais cuidado, não aconselhamos as pessoas inexperientes a tratarem desses casos sozinhas.  Pois será necessário fazer com conhecimento e cuidado uma  boa reabilitação da comunicação  do cachorro com esses estímulos que hoje o incomodam trazendo esse comportamento reativo a tona.

Estamos a disposição para diagnosticar a  causa da reatividade e ajudar o seu cachorro a fazer   novas associações  com o estimulo que hoje lhe causa desconforto, fazendo ele apresentar um comportamento que além de não te agradar, não deve estar sendo nada legal pra ele.

%d blogueiros gostam disto: